fbpx
Scroll to top

Computação forense, como ter uma carreira de sucesso


Josué Adil - - 0 comments

Primeiramente, antes de começar sua jornada para se tornar um analista de computação forense, você pode explorar os métodos para atingir esse objetivo. Existem vários caminhos para uma carreira como analista de computação forense. 

Preparado, então vamos lá!

A princípio, um profissional de Computação Forense desempenha papel importante em equipes de segurança cibernética e investigação. Esses profissionais são especializados na coleta e análise de dados relacionados a ataques cibernéticos e atividades ilegais online. 

Da mesma forma eles devem possuir habilidades de recuperação de dados e análise de incidentes a casos envolvendo espionagem, crimes cibernéticos, hacking, fraude, terrorismo e armazenamento e distribuição de conteúdo ilegal.

Um profissional de sucesso deve possuir mentes analíticas, olhos afiados para os detalhes e experiência em técnicas avançadas. Eles também entendem os padrões legais que orientam as investigações criminais. 

Embora alguns analistas forenses trabalham para empresas privadas, porém uma grande porcentagem de suas vagas de emprego estão ligadas a cargos públicos.

Essa área possui uma perspectiva crescente de vagas disponíveis. De acordo com o BLS – The Bureau of Labor Statistics eles projetam um crescimento de 32% nas vagas de emprego até o ano de 2028.

Portanto, se você deseja saber mais, continue comigo nesse texto.

Neste artigo irei abordar as informações mais importantes para qualquer pessoa que esteja considerando uma carreira como Analista de Computação Forense.  Além disso, quero abordar sobre as habilidades essenciais e os principais empregadores e também as dúvidas comuns.

O que faz um analista de computação forense?

Um analista de computação forense auxilia na investigação de crimes e incidentes de segurança cibernética. Sendo assim, eles trabalham em muitos casos na recuperação de informações ocultas, criptografadas ou excluídas relacionadas ao caso.

Eles também protegem a integridade dos dados para que possam ser utilizados como provas de crimes.

Eventualmente, eles conduzem ou participam de entrevistas com suspeitos ou vítimas. Especialistas em computação forenses muitas vezes ajudam a preparar as evidências antes dos julgamentos criminais.

Um profissional em computação forense geralmente trabalha no sistema de justiça criminal. Entretanto, empresas privadas também precisam de profissionais, tais como setores de serviços financeiros, tecnologia da informação, computação, segurança de rede e defesa. 

Em resumo, é um profissional que trabalha no setor privado, ajuda e apoia equipes de segurança cibernética e fornece uma proteção extra em tentativas de crimes cibernéticos.

Conforme crescem, muitos profissionais de computação forense passam a treinar novos colaboradores que iniciam na área. No entanto, chegar a esse ponto traz grandes desafios. Essa é uma profissão que exige comprometimento e flexibilidade, já que muitos profissionais trabalham longas jornadas de trabalho, especialmente na investigação de casos ativos.

Tarefas que um profissional de Computação Forense pode realizar diariamente:

  • Coletar evidências de cenas de crimes.
  • Avaliar as características das amostras coletadas.
  • Analisar evidências para formular possíveis conclusões sobre um crime.
  • Auxiliar em processos judiciais civis.
  • Catalogar dados médicos.

Principais habilidades da Computação Forense 

A princípio, quero descrever alguns pontos sobre as principais habilidades básicas que um aspirante de Computação Forense precisa para ter sucesso.

Habilidades essenciais para analistas de computação forense

Atualização: Como sabemos a tecnologia muda rapidamente, assim como as técnicas que os criminosos e os hackers usam. Um profissional de Computação Forense deve estar constantemente atualizado e expandir sua base de conhecimento na área.

Habilidade de comunicação: Um profissional da área de Computação Forense deve possuir elevado nível de comunicação tanto verbal quanto escrita. Um profissional deve ser entendido facilmente já que seu trabalho geralmente se mostra crítico para o sucesso no julgamento de criminosos cibernéticos.

Atenção aos detalhes: Profissionais de Computação Forense devem ter bons olhos e estar sempre atento aos detalhes, saber realizar buscas profundas e sempre pensar fora da caixa. 

Conhecimento técnico:  Um profissional de Computação Forense deve possuir conhecimento avançado e atualizado de métodos de armazenamento digital, sistemas operacionais, programação, técnicas de hacking e malware.

Ética: Saber lidar com dados recuperados de forma ética está entre as habilidades mais importantes que um analista de computação forense precisa.

Entender de Lei: Um profissional precisa entender pelo menos os aspectos básicos de leis e de investigações criminais, pelo menos em um nível intermediário. E para isso vou deixar esse excelente artigo do site Micreiros onde aborda vários aspectos de leis para crimes cibernéticos 

Melhores Práticas: As práticas penal de custódia representam uma parte importante do que os Analista de Computação Forense fazem.

Quais habilidades um cientista forense precisa?

Embora cada função relacionada à Ciência Forense seja diferente, existem algumas habilidades que são necessárias para a maioria das funções:

  • Bom relacionamento interpessoal
  • Atenção aos detalhes
  • Ser organizado
  • Objetividade
  • Pensamento crítico
  • Pensamento analítico
  • Boas habilidades de comunicação oral e escrita
  • Ser conhecedor de muitas tecnologias
  • Conhecimento da lei

Confira algumas áreas de atuação:

Em primeiro lugar se você gosta da profissão de computação forense, mas gostaria de saber se a algo a mais. Sendo assim, vou listar aqui outros exemplos de empregos comuns nesta área:

1. Investigador Forense

Um investigador forense auxilia na resolução de crimes, trabalhando em colaboração com os investigadores criminais e as autoridades policiais.

Sendo assim os Investigadores Forenses podem passar seus dias em laboratórios criminais trabalhando com várias formas de equipamentos e softwares de laboratório. Contudo um Investigador Forense pode realizar trabalho em campo o que envolve viajar para as cenas do crime para coletar amostras.

2. Técnico Forense

Um técnico forense ajuda nas investigações criminais, se especializando em qualquer investigação de cena de crime ou análise de laboratório. Uma parte importante de seu trabalho é proteger as evidências após a coleta, pois cada evidência tem o potencial de causar um grande impacto em uma investigação em andamento. 

Eles exploram as ligações entre os suspeitos e suas atividades criminosas usando a análise de DNA. Além disso, seu trabalho costuma ser extremamente significativo na solução de casos criminais.

3. Analista Forense

Um analista forense documenta, relata e protege as descobertas de testes conduzidos. Desse modo, eles também podem comparecer ao tribunal como testemunhas especializadas ou perito forense, dependendo de sua experiência. 

O profissional trabalha com dados forenses e exige muita paciência e atenção aos detalhes para garantir que eles produzam resultados precisos.

4. Contador Forense

Um contador forense analisa alegações de suborno, fraude e desvio e lavagem de dinheiro. Do mesmo modo, eles analisam transações, revisando registros financeiros e rastreando ativos. 

Contudo, um Contador Forense além de investigar um caso criminal ou civil, tem como sua principal tarefa monitorar os gastos e as transferências de dinheiro e apresentar suas conclusões em um tribunal.

5. Gerente Forense

Um gerente forense trabalha com profissionais forenses supervisionando equipes de profissionais forenses e criminologistas.

Parte de sua responsabilidade inclui orientar, desafiar e treinar cada membro para melhorar suas habilidades e aumentar a eficiência do local de trabalho.

6. Analista Forense de Computador

Um analista forense de computador é responsável por recuperar informações que estão armazenadas em computadores e diversos tipos de dispositivos de armazenamento. Portanto essa função geralmente requer assistência à aplicação da lei em crimes cibernéticos.

Esse profissional requer um alto nível de envolvimento com software e equipamentos de alta tecnologia. Deste modo um analista forense de computador precisa estar regularmente atualizado em novos dispositivos da área de tecnologia bem como saber funcionalidades básicas.

7. Cientista Forense

Um cientista forense tem como área de trabalho um laboratório para ajudar a coletar e avaliar as evidências para várias cenas de crime e investigações. Eles devem ser pessoas extremamente objetivas  e que usam o pensamento crítico, pois seu trabalho requer alta precisão para fazer as deduções corretas. 

Cientistas forenses interagem com os investigadores da cena do crime para estabelecer se as evidências que encontraram correspondem a algum suspeito em seu caso.

Conclusão

Bom como visto, a área Forense como um todo é uma área onde o profissional terá seu conhecimento e capacidade de raciocínio sempre posto à prova. 

Assim como nas séries onde o profissional forense chega a conclusão por métodos acabamos pensando não ser possível. Então a área forense como um todo é uma profissão muito atraente, e que você pode optar por diversas funções.

A ciência forense pode ser um assunto desafiador, mas também pode ser uma carreira muito gratificante. Embora não seja obrigatório que você possua todas ou nenhuma das habilidades listadas acima, elas podem ajudar a se destacar no campo da ciência forense.

Avançar na ciência forense pode significar assumir novas funções e responsabilidades gerenciais. Contudo você também pode progredir em sua carreira trabalhando para descobrir avanços científicos no setor.

Enfim, se você curte a área forense como nós da ACADI-TI quero te apresentar um dos melhores meios para que você possa também fazer parte da elite dos profissionais forenses.

A certificação CHFI – Computer Hacking Forensic Investigator é o programa de acreditação mais extenso e impulsionador que resume o conhecimento essencial de técnicas forenses digitais e ferramentas forenses padrão para coletar as evidências necessárias do intruso para a sua investigação.

É um curso focado em práticas metodológicas de como lidar com a computação forense, incluindo apreensão, cadeia de custódia, preservação de aquisição, análise e apresentação de evidências digitais.

Computer Forensic é simplesmente a aplicação de investigações cibernéticas e técnicas de análises com o fim de determinar a evidência legal potencial.

Assim os profissionais certificados como CHFI trabalham com as técnicas mais modernas para recuperar informações que permitam ter evidências sobre quem, como, onde e quando se comete um delito.

Related posts

Open chat
Fale conosco
Olá
Como podemos te ajudar?