fbpx
Scroll to top

10 empresas de cibersegurança mais poderosas do mundo.


Josué Adil - - 0 comments

O que torna essas 10 empresas de cibersegurança mais poderosas do mundo? 

A pandemia mudou a cara da cibersegurança para sempre! Essas empresas de cibersegurança foram algumas das principais a saírem na frente com suas inovações.

Agora os funcionários trabalham em casa, muitos deles em caráter permanente. Todavia os aplicativos estão mudando para a nuvem em um ritmo acelerado. No entanto, a segurança corporativa hoje se concentra no acesso remoto seguro e na proteção de ativos baseados em nuvem. 

Isso significa que as empresas precisam implantar SD-WAN, borda de serviço de acesso seguro (SASE) e acesso de rede de confiança zero (ZTNA).

Qualquer pessoa que já participou de uma conferência RSA sabe que as empresas de cibersegurança apresentam centenas de produtos incríveis e inovadores todos os anos. Mas nem todos os executivos estão procurando os novos produtos pontuais mais chamativos. 

Diante de uma grande escassez de profissionais de cibersegurança e enfrentando ameaças em rápida evolução. Ou seja, os CISOs estão procurando parceiros estratégicos, serviços de consultoria e fornecedores que ofereçam plataformas amplas. Contudo eles também estão indo em direção a serviços de segurança gerenciados e soluções baseadas em nuvem.

Com isso em mente, aqui está nossa lista de O que torna essas 10 empresas de cibersegurança mais poderosas do mundo. 

Detalhe está apresentada em ordem alfabética) que fizeram movimentos ousados ​​na pandemia e passaram a assumir posições de poder na comunidade de cibersegurança.

Cisco

Por que eles estão aqui como umas das principais empresas de cibersegurança? Por meio de uma série de aquisições estratégicas, CloudLock, Viptela, Duo e Thousand Eyes estão entre as mais notáveis. Portanto sua capacidade incomparável de integrar novos produtos em suas principais plataformas de segurança e rede. A Cisco conquistou uma posição de liderança em áreas de segurança emergentes, como SD-WAN, confiança zero e SASE . O Gartner classifica a Cisco como uma visionária em suas classificações de proteção de endpoint, observando que o serviço Cisco SecureX baseado em nuvem integra análises de segurança, caça a ameaças e inteligência de ameaças em uma única visão para investigar e responder às ameaças. Seja como for, em maio, a Cisco comprou a Kenna Security, que fornece tecnologia de gerenciamento de vulnerabilidade baseada em risco.

Cloudflare

Por que eles estão aqui como umas das principais empresas de cibersegurança? Porque em suas raízes humildes, bloqueando ataques de negação de serviço, a Cloudflare construiu uma das maiores redes globais de entrega de conteúdo. Ou seja, em seguida, pegou as ondas de nuvem, mobilidade e acesso remoto para se tornar um líder em segurança em nuvem. Frost & Sullivan diz que a Cloudflare é inovadora no que chama de proteção holística da web (mitigação de DDoS, firewall de aplicativo da web e gerenciamento de risco de bot).

Todavia a empresa não está sentada sobre os louros, recentemente anunciando uma expansão além da proteção da infraestrutura que as empresas expor à Internet para agora cobrir funcionários internos que precisam acessar aplicativos hospedados na Internet. Seja como for, ela adquiriu a S2 Systems, uma startup da área de Seattle que construiu uma solução inovadora de isolamento de navegador remoto diferente de qualquer outra atualmente no mercado. Aliás, a tecnologia ajudará a proteger os endpoints de ataques de dia zero .

CrowdStrike Holdings

Por que eles estão aqui como umas das principais empresas de cibersegurança? Porque à medida que o centro de gravidade da segurança corporativa migrou para o endpoint nativo da nuvem e proteção da carga de trabalho, inteligência contra ameaças e resposta a incidentes. A CrowdStrike emergiu como líder com sua plataforma Falcon.

O Gartner afirma que a CrowdStrike “tem uma forte reputação como a solução única para organizações que buscam consolidar sua proteção de endpoint e soluções de recuperação de desastres de endpoint”. Além disso, os serviços profissionais da CrowdStrike “são altamente avaliados e populares entre os clientes que não têm suas próprias equipes de SOC / caça a ameaças e aqueles que desejam aumentar sua segurança interna” afirma o Gartner. Seja como for, a CrowdStrike adquiriu a Preempt Security, um provedor de tecnologia de confiança zero e acesso condicional para prevenção de ameaças. Com isso, desembolsou US$ 400 milhões para Humio, um provedor de gerenciamento de log em nuvem de alto desempenho e tecnologia de observação.

Fortinet

Por que eles estão aqui como umas das principais empresas de cibersegurança? Porque a Fortinet evoluiu de um simples fornecedor de firewall para uma central de segurança de serviço completa. E que está conquistando uma posição de liderança em áreas críticas como SIEM (FortiSIEM), firewalls de próxima geração (FortiGate), SD-WAN, SASE e confiança zero.

Além disso a Fortinet Security Platform, em constante expansão, engloba detecção e resposta de intrusão, segurança da web, sandboxing, endpoint avançado, autenticação de identidade / multifator, proteção de carga de trabalho em várias nuvens, agente de segurança de aplicativo em nuvem (CASB) , isolamento de navegador e recursos de firewall de aplicativo da web . Seja como for, em dezembro, a Fortinet comprou a Panopta, fornecedora de gerenciamento de operações de TI baseada em nuvem. Em março, a Fortinet abocanhou o fornecedor de segurança de nuvem e rede ShieldX e em julho a Fortinet adquiriu o fornecedor de testes contínuos de AppSec Sken.ai.

IBM

Por que eles estão aqui como umas das principais empresas de cibersegurança? Porque com um centro de operações de segurança de classe mundial, uma impressionante variedade de produtos de segurança e um serviço de segurança totalmente gerenciado, a IBM é líder em segurança de nível empresarial. No entanto o portfólio de segurança da IBM inclui o QRadar SIEM, plataforma de proteção e vazamento de dados Guardium, proteção contra fraude Trusteer, X-Force Threat Intelligence, QRadar Network Insights para detecção e resposta de rede e QRadar Vulnerability Manager. Seja como for, em janeiro, a IBM adquiriu a StackRox, uma fornecedora de contêineres e software de segurança nativo do Kubernetes.

Mandiant

Por que eles estão aqui como umas das principais empresas de cibersegurança? Porque a Mandiant se tornou conhecida como a empresa para a qual você liga quando ocorre uma violação grave. E você precisa de uma equipe de especialistas altamente treinados para liderar suas atividades de detecção e resposta a intrusões. No entanto, com o passar dos anos, a Mandiant expandiu suas ofertas além da consultoria para incluir validação de segurança baseada em SaaS, inteligência contra ameaças e detecção e resposta gerenciada.

Em 2013, o fornecedor de hardware de segurança FireEye comprou a Mandiant (fundada por Kevin Mandia). A empresa combinada ainda se chamava FireEye, com Mandia como CEO. O casamento nunca deu certo e, em junho, Mandia anunciou os termos do divórcio: o FireEye estava sendo vendido. Seja como for nesta adição por movimento de poder de subtração, Mandia sai da sombra da FireEye e é capaz de se concentrar exclusivamente em seu negócio principal de uma forma totalmente neutra em relação ao fornecedor.

Microsoft

Por que eles estão aqui como umas das principais empresas de cibersegurança? Por que aproveitando sua enorme base instalada de clientes Windows, Office e Active Directory, a Microsoft construiu uma plataforma de segurança que se integra com seu portfólio de software e se estende à nuvem Azure. A Microsoft oferece proteção de endpoint, gerenciamento de identidade e acesso, gerenciamento de eventos e informações de segurança ( SIEM ), detecção de ameaças, gateways de aplicativos da web. Entre uma variedade de serviços de segurança em nuvem baseados no Azure. Seja como for, a Microsoft continua a preencher as lacunas do seu portfólio de segurança com as recentes compras de RiskIQ e CloudKnox.

Palo Alto Networks

Por que eles estão aqui como umas das principais empresas de cibersegurança? Por ser o maior fornecedor de segurança pura (receita anual de US $4,3 bilhões, um aumento de 25 por cento ano a ano), a Palo Alto Networks tem impulsionado a inovação desde que sacudiu a indústria com o primeiro firewall de geração em 2007. Hoje, Palo Alto oferece uma ampla variedade de produtos e serviços de segurança baseados em nuvem. No entanto, a Forrester classifica Palo Alto como líder em confiança zero .

E a avaliação da Forrester sobre segurança de endpoint afirma que a oferta de Palo Alt. “É a mais abrangente neste estudo, oferecendo prevenção de ameaças, detecção e controles de acesso que abrangem endpoint, IoT, rede e aplicativos em nuvem”. Seja como for, em novembro, a Palo Alto Networks anunciou sua intenção de adquirir o fornecedor de gerenciamento de superfície de ataque Expanse por US $800 milhões. Em fevereiro de 2021, a Palo Alto Networks comprou a empresa de segurança em nuvem Bridgecrew por cerca de US $156 milhões.

Rapid7

Por que eles estão aqui como umas das principais empresas de cibersegurança? Por ser nomeada líder na avaliação mais recente da Gartner de produtos SIEM, a Rapid7. Construiu um amplo portfólio de ofertas de segurança nativas da nuvem sob a bandeira Insight. A plataforma Rapid7 inclui detecção de ameaças e resposta a incidentes, gerenciamento de vulnerabilidade, segurança de aplicativos, gerenciamento de postura na nuvem, análise de comportamento do usuário, análise de tráfego de rede, registro e relatórios. Seja como for, a Rapid7 comprou recentemente a startup de inteligência de ameaças IntSights por US $335 milhões para fornecer aos clientes uma visão unificada das ameaças, monitoramento da superfície de ataque e mitigação proativa de ameaças.

Zscaler

Por que eles estão aqui como umas das principais empresas de cibersegurança? Porque as empresas podem começar simplesmente querendo acesso remoto seguro aos serviços de nuvem, mas rapidamente perceberam que precisam de mais: um sistema de acesso à nuvem realmente seguro inclui acesso de rede de confiança zero (ZTNA), isolamento de navegador remoto (RBI), sandbox, firewall como serviço (FWaaS), prevenção de perda de dados (DLP) , corretor de segurança de acesso à nuvem (CASB) e outros serviços de segurança baseados em nuvem. No entanto, na análise mais recente do Gartner de gateways da web seguros, Zscaler foi o único fornecedor a aparecer na categoria líder. Seja como for, em maio, a Zscaler concordou em comprar a Smokescreen Technologies, que fornece tecnologia para caçar proativamente as táticas adversárias emergentes e usa tecnologia de engano para confundir os adversários.

Bom, essa foi nossa lista com as 10 empresas de cibersegurança mais poderosas do mundo. Se você tem mais algumas empresas de cibersegurança que acha que deixamos de fora é só nos indicar.

Conclusão

A cibersegurança é um mercado em grande expansão e nós temos cursos com certificação internacional que te abrirá muitas portas nessa área.

Transforme sua carreira e venha para esse mercado altamente lucrativo da cibersegurança que é um verdadeiro oceano azul. 

Temos formações em todos os níveis, desde você que queira iniciar na área da cibersegurança, quanto para quem quer se especializar ainda mais.

E se você quiser fazer parte da elite do mercado de cibersegurança, junte-se a nós e venha ser um Acadiano.

Para se aprimorar ainda mais você também pode fazer parte da nossa formação Prime, um verdadeiro netflix de cibersegurança.

Me diga aí nos comentários o que você achou de conhecer essas 10 empresas de cibersegurança mais poderosas do mundo? E você já trabalha ou trabalhou para uma dessas empresas de cibersegurança?

Para continuar sempre bem informado sobre os principais assuntos de cibersegurança, siga nosso blog e acompanhe todas as notícias.

Related posts

Open chat
Fale conosco
Olá
Como podemos te ajudar?