fbpx
Scroll to top

5 mitos de cibersegurança que estão comprometendo seus dados.


Josué Adil - - 0 comments

5 mitos de cibersegurança que podem ser solucionados para não comprometer tão facilmente seus dados.

À medida que a importância da cibersegurança aumenta, também aumenta nossa conscientização sobre ela. Portanto, a falta de cibersegurança foi identificada como a ameaça mais urgente para as empresas hoje. 

Os problemas com a cibersegurança geralmente resultam da falta de conscientização sobre a cibersegurança. Na verdade, de acordo com o Relatório de Defesa contra Ameaças Cibernéticas de 2020, a falta de conscientização sobre a cibersegurança foi identificada como o maior prejuízo para as defesas cibernéticas de uma organização.

As razões para essa falta de conscientização incluem nenhum treinamento em cibersegurança e desinformação persistente. Contudo, apesar de mais atenção da mídia do que nunca, ainda existem alguns equívocos comuns sobre a cibersegurança que colocam as empresas em risco. 

Aqui, descobrimos os principais mitos de cibersegurança e como você pode solucionar cada um deles.

1. Mito a cibersegurança não é minha responsabilidade.

A segurança de TI ainda é vista como um problema da equipe de TI, quando esse não é o caso. Então, todos os funcionários têm a responsabilidade de garantir a segurança de seus negócios. Além disso, a linha de frente de sua defesa representa sua maior superfície de ataque. Eles são as pessoas que os hackers estão almejando com campanhas de phishing porque estão apostando na falta de conhecimento sobre segurança.

Esses mitos de cibersegurança podem ter consequências graves se o seu pessoal não precisar dos cuidados básicos da cibersegurança. Contudo, se não tomarem cuidado ao clicar em links em e-mails ou baixar software, podem comprometer a segurança do seu negócio. 

A educação é fundamental porque seus funcionários precisam entender por que a cibersegurança é tão importante e que eles têm uma função a cumprir. Logo, o treinamento também os equipará com as habilidades para detectar ameaças e mudar seu comportamento para melhor.

2. Hackers não visam pequenas empresas.

Mais um dos mitos de cibersegurança, se a cobertura da mídia servir de referência, apenas grandes organizações são atacadas, certo?

Errado!

Esse mito é particularmente persistente por causa das notícias convencionais e do fato de que os hackers podem potencialmente extorquir somas mais altas de dinheiro dessas empresas. 

Mas a Federação de Pequenas Empresas (FSB) relata que as pequenas empresas são alvo de mais de 10.000 ataques cibernéticos por dia . O mesmo relatório destaca procedimentos de segurança fracos generalizados em pequenas empresas, incluindo a falta de políticas formais de senha, não instalar atualizações e não usar software de segurança.

Embora o ganho financeiro com a segmentação de empresas seja mais lucrativo, as apostas são maiores para as pequenas empresas. Os cibercriminosos sabem disso. 

Um ataque cibernético pode destruir uma pequena empresa e até fechar as portas definitivamente. Portanto, as pequenas empresas com um orçamento de cibersegurança limitado devem recorrer ao conhecimento de um serviço de suporte de TI, que pode aconselhar sobre as defesas mais adequadas.

3. Minhas senhas vão me manter seguro.

Ainda existem dois equívocos de longa data sobre senhas. A primeira é que adicionar letras maiúsculas, números ou caracteres especiais à sua senha de uma palavra a tornará indecifrável. Esse mito é perpetuado por muitas contas comerciais que possuem esses requisitos. No entanto, a medida real da segurança da senha é o comprimento. 

O software pode quebrar senhas curtas, não importa o quão complexas, em questão de dias. Porém, quanto mais longa é uma senha, mais tempo leva para ser quebrada. Dessa forma, a recomendação é usar uma frase memorável de um livro ou música, por exemplo, que não inclua caracteres especiais. Porém, se o serviço que você está usando for hackeado e os criminosos obtiverem acesso à sua senha, você ainda estará vulnerável. 

É aí que entra a autenticação de dois fatores (2FA) e a autenticação multifator (MFA). Esses métodos exigem que você configure uma etapa de verificação extra. 

Ao fazer login, você será solicitado a inserir um código de segurança que será enviado para o seu telefone ou até mesmo acessado por meio de um aplicativo de verificação dedicado. Isso significa que se um hacker colocar as mãos em sua senha, ele ainda será impedido.

Cuidado com suas senhas e esses mitos de cibersegurança que te rodeiam.

4. Um antivírus básico será suficiente para proteger meu negócio.

Enfim, já se foi o tempo em que sua solução antivírus McAfee ou Avast seria suficiente para proteger sua empresa, esse é mais um dos mitos de cibersegurança, então cuidado!

Agora, existem ferramentas dedicadas para lutar contra ameaças específicas, como ransomware. Dessa forma, uma abordagem sincronizada de segurança, em que todas as suas soluções interagem entre si, é geralmente aceita como a mais robusta. 

Suas soluções de segurança devem abranger seu endpoint, firewall, conexões de rede, e-mail e muito mais. Além disso, as soluções de backup e recuperação de desastres são recomendadas para mitigar quaisquer incidentes potenciais.

5. Precisamos apenas nos proteger contra hackers.

Embora os hackers mal intencionados representem uma enorme ameaça à sua empresa, você não pode ignorar a possibilidade de insiders mal intencionados ou até mesmo de acidentes com a equipe. Contudo, uma das violações acidentais mais divulgadas foi um funcionário do aeroporto de Heathrow que perdeu um pen drive com dados confidenciais. Felizmente, a pessoa que encontrou o entregou em vez de usar maliciosamente. 

Também é muito fácil para um funcionário enviar acidentalmente por e-mail uma planilha com dados confidenciais de fora da empresa. Da mesma forma, um funcionário insatisfeito que tem acesso a informações confidenciais de funcionários ou clientes pode compartilhar voluntariamente. Portanto , bloquear o acesso aos seus sistemas centrais e garantir que menos funcionários tenham acesso a eles pode ajudar a se proteger contra isso. 

Para violações acidentais, implemente políticas que determinem que os dispositivos removíveis devem ser criptografados. Assim, você também pode definir suas configurações de e-mail para bloquear o compartilhamento de certos anexos fora de sua organização.

Aqui chegamos ao fim da nossa lista de mitos de cibersegurança, então fique atento a todas as estratégias e cuidado.

Conclusão 

A cibersegurança é um mercado em grande expansão e nós temos cursos com certificação internacional que te abrirá muitas portas nessa área.

Transforme sua carreira e venha para esse mercado altamente lucrativo da cibersegurança que é um verdadeiro oceano azul. 

Temos formações em todos os níveis, desde você que queira iniciar na área da cibersegurança, quanto para quem quer se especializar ainda mais.

E se você quiser fazer parte da elite do mercado de cibersegurança, junte-se a nós e venha ser um Acadiano.

Para se aprimorar ainda mais você também pode fazer parte da nossa formação Prime, um verdadeiro netflix de cibersegurança.

Me diga aí nos comentários o que você achou desses 5 mitos de cibersegurança que estão comprometendo seus dados. Você já se deparou com algum deles?

Para continuar sempre bem informado sobre os principais assuntos de cibersegurança, siga nosso blog e acompanhe todas as notícias.

Related posts

Open chat
Fale conosco
Olá
Como podemos te ajudar?