fbpx
Scroll to top

Blockchain – o que é e como funciona


Josué Adil - - 0 comments

Blockchain se tornou uma expressão comum em assuntos relacionados aos famosos Bitcoins, e por vezes os dois termos chegam a se confundir um pouco. Se você quer descobrir, afinal, o que realmente significa e para que serve o Blockchain, este artigo que a Acadi TI preparou vai te ajudar a entender tudo direitinho. Confira!

Como surgiu o Blockchain?

Em 2008, foi apresentado ao grupo de discussão “The Cryptography Mailing” um artigo contendo os princípios de funcionamento de uma criptomoeda denominada Bitcoin. A proposta era a criação de uma moeda digital mundial que funcionasse em uma rede peer-to-peer (ponto a ponto). Ela permitiria o envio de pagamentos online de forma totalmente segura, sem o envolvimento de instituições financeiras para todos os participantes da rede. Esse artigo foi publicado sob pseudônimo de Satoshi Nakamoto, provável criador dos Bitcoins.
Já em 2009, a rede Bitcoin começou a funcionar com o lançamento de seu primeiro cliente e hoje estima-se que haja mais 16 milhões da criptomoeda em circulação. Essa moeda digital surgiu para, entre outras coisas, evitar a duplicidade de transações e tornar essas mais confiáveis e seguras na internet.
No entanto, no meio digital praticamente tudo pode ser alterado, copiado ou trocado. E nesse contexto surgiu o Blockchain, que foi a solução para as duas primeiras características, evitando falhas de duplicidade ou até mesmo fraude.
Mas afinal qual a relação entre Blockchain e Bitcoin? É natural que as pessoas confundam as duas coisas, uma vez que Blockchain é a plataforma utilizada para o funcionamento da rede Bitcoin e várias outras criptomoedas. Agora, já contextualizado, entenda, de forma simples, como funciona o Blockchain.

O que é o Blockchain?

Podemos dizer que o Blockchain se trata de um sistema distribuído de base de dados, mantido e gerido de forma descentralizada e compartilhada, no qual todos os participantes são responsáveis por armazenar e manter a base de dados.
A tecnologia tem como base quatro principais características, sendo elas:

  • Segurança de operações;
  • Descentralização de armazenamento/computação;
  • Integridade;
  • Imutabilidade de transações.

Em outras palavras o Blockchain é uma rede que funciona com blocos encadeados, muito seguros, que sempre carregam um conteúdo junto a uma impressão digital. Para entender melhor o conceito, imagine agora alguns “baús” (ou blocos) em sequência, com segredos (criptografia) em sua fechadura. O baú posterior vai armazenar o conteúdo e a impressão digital do anterior mais seu próprio conteúdo e, com os dois conteúdos, criar sua própria impressão digital, e assim sucessivamente.

Mini curso de Proteção de Dados

Gratuito e 100% online

Como funciona o Blockchain?

O Blockchain funciona como  um ledger of facts replicado em computadores que participam de uma rede peer-to-peer (ponto a ponto). O ledger é um livro de registros digital, como um livro caixa. A diferença é que suas informações, uma vez registradas, não podem ser apagadas. Esses registros ou facts (fatos) podem ser várias coisas, não apenas transações monetárias. O conteúdo pode ser, então, que qualquer  tipo de documento, ou até mesmo uma base de dados pequena. 

Os membros participantes da rede são chamados de peers ou ainda “nós/ponto” e toda informação, operação ou transação feito no ledger é criptografada e possui sua própria assinatura digital. Quando um peer , deseja adicionar um fato novo ao ledger, é necessário um consenso entre  peers previamente determinados, para decidirem se o fato será ou não registrado. Havendo consenso, uma vez que o fato é registrado, não poderá ser apagado.

Entendendo melhor os termos técnicos relacionados ao Blockchain

Ao longo do artigo, surgiram alguns termos técnicos dos quais não é possível fugir e que, muitas vezes, assustam um pouco. Por isso, agora vamos explicá-los um pouco melhor.

Facts

Facts são fatos que precisam ser registrados, que podem ser uma transação, um conteúdo ou até programa de computador. Eles são ligados um a um, formando uma cadeia de blocos,  daí o termo Blockchain. Estes blocos seguem com uma lógica matemática, tornando-os dependentes entre si.

Blocos ou Baús

Os baús ou blocos são o conjunto de facts. Para entendermos um pouco mais o processo da cadeia de blocos (Blockchain), iremos agora para dentro desses blocos. Ao adicionar um novo fact (conteúdo ou informação) em um bloco, cria-se o hash responsável pela assinatura digital do bloco.

Hash

Podemos dizer que o hash é uma função matemática responsável por gerar um código que representa os dados inseridos no bloco.Em sua essência, ele transforma uma grande quantidade de dados em uma pequena quantidade de informação. Isso é a assinatura digital de algum arquivo, ou uma transação (a exemplo dos Bitcoins) ou a assinatura de um bloco, no caso do Blockchain. 

É responsável pela assinatura do conteúdo do bloco e caso haja mudanças na informação do bloco, o hash muda.  Na criação de novos blocos, caso a hash já exista no bloco anterior, é criado um selo verificável no qual é possível identificar se um bloco foi alterado, para invalidá-lo.

A Validação

A validação é realizada por programas de computador replicados em toda a rede ou em  conjuntos pré-determinados de peers (os nós, ou pontos). Para que a validação ocorra, um peer da rede necessita seguir um conjunto definido de regras e conseguir montar um bloco, no exemplo das criptomoedas, um conjunto de transações monetárias.  Há uma competição entre os nós para realizar a validação antes de seus concorrentes o que gera uma recompensa.  

No processo dos Bitcoins esse processo é chamado de mineração e consiste na finalização da montagem de um determinado bloco, através do processamento de um operação matemática muito complicada e que garante que o hash criptografado é válido.  Ao concluir o processo, este pode ser verificado facilmente pelos demais peers, confirmando o resultado correto.

Principais vantagens do Blockchain

O principal questionamento sobre Blockchain está relacionado às principais vantagens que a tecnologia possui em comparação com outras tecnologias de segurança da informação. Chamado de “Protocolo de Confiança” o Blockchain é mais prático, gerando mais segurança entre as empresas que trocam informações e dados sensíveis.  Além disso, há outras caraterísticas que exemplificam as vantagens da tecnologia em relação às convencionais. Vamos a algumas delas:

– Economia de Tempo:  A exemplo de algumas transações, como sistema de pagamento global, o processo de transações com o Blockchain pode durar apenas minutos em comparação com sistemas convencionais que levam horas ou até mesmo dias.

– Ledger distribuído: o livro “caixa”, sistema de registos de blocos, é  compartilhado por toda a rede e possui fácil verificação.  Isso aumenta a confiança, com maior transparência facilitando auditorias e assegurando o bom funcionamento da infraestrutura tecnológica da qual dependem os usuários.

– Privacidade: é possível garantir a transparência adequada das informações, partes do ledger podem ser ocultadas, sem prejudicar o processo de verificação e validação dos blocos.

– Minimização de custos:  A confiabilidade do acesso a uma base de dados distribuída elimina custos operacionais e, principalmente, de intermediários.

– Redução de riscos: assim como os ledgers distribuídos pela rede toda, garantindo a transparência das transações, a tecnologia também conta com contratos inteligentes, que não podem ser alterados depois de escritos, evitando fraudes,  adulterações e outros crimes cibernéticos. Além disso, as transações são verificadas pelos participantes da rede e por isso não podem ser fraudadas.

Como implantar o Blockchain na sua empresa

A tecnologia Blockchain, apesar de ter sido desenvolvida para transações de criptomoedas, também possui inúmeras outras aplicações, como proteção de trocas de informações sensíveis e de transações online, controle de imóveis, gestão de identidade digital de pessoas e cadeias de produção entre outras.

Para muitos especialistas e até mesmos universidades, o Blockchain tende a se tornar cada vez mais promissor, ultrapassando a utilização na tão famosa bolha dos Bitcoins, e ganhando espaço global para muitas outras utilidades.

Quer saber mais sobre como o Blockchain pode ajudar a proteger transações, informações e dados da sua empresa? Agende um horário com um de nossos consultores e começe agora mesmo a reforçar a segurança das suas informações e dados.

Fale com um de nossos Consultores

Related posts