fbpx
Scroll to top

Como ser um Hacker? Profissão tão requisitada no mercado!


Josué Adil - maio 6, 2020 - 0 comments

Como ser um Hacker? Confira tudo sobre como iniciar nessa profissão tão requisitada no mercado!

Em tempos de era digital, a palavra “hacker” ganhou bastante destaque por diversos fatores, sendo muitas vezes interpretada de forma equivocada e vista de forma negativa. Por isso, a profissão ainda está longe de ser completamente compreendida, assim como suas funções e a sua importância no mundo tecnológico. 

Mas, saiba que ela é fundamental e dá bastante dinheiro. Com o avanço da era digital, essa área é essencial para manter a segurança de grandes empresas e a procura por profissionais especializados é bem alta, assim como seus salários!

Quem atua como hacker  conta com um campo de atuação bem amplo e salários que podem chegar na casa dos 20 mil reais. É um ótimo caminho profissional para os apaixonados pela internet, por TI e por segurança da informação. E o melhor é que esta atividade não exige curso superior: o que vale é o conhecimento e a experiência do profissional.

Sendo assim, mesmo quem está começando do zero pode, em pouco tempo, se tornar um expert altamente requisitado no mercado. Basta apostar nos cursos certos, estudar com garra, arregaçar as mangas e começar a construir seu portfólio!

Ficou interessado? Então continue conosco nessa leitura e entenda o que faz e como se tornar um hacker de sucesso! 

O que é um Hacker?

Como ser um Hacker (2)

Quando pensamos em um hacker, muitas vezes a figura de alguém perigoso mascarado é a primeira que vem a mente. No entanto, essa imagem condiz muito pouco (ou nada) com a realidade desses profissionais e dessa área de trabalho.

Mas, na verdade, esses são profissionais extremamente habilidosos com informática e internet, que fazem uso de suas técnicas para testar a segurança de todo tipo de sistema. Na maioria das vezes eles prestam serviços para empresas, mas podem ser contratados também com outros objetivos, sendo o campo de atuação bastante amplo.

Sendo assim, as principais funções de um hacker são tentar invadir um sistema, para testar se ele é seguro o é seguro o suficiente. Caso seja constatada alguma fragilidade, ele ajuda também na resolução dessas falhas e furos, dando dicas de como deixar o sistema mais seguro.

Parece divertido, não é? A grande questão é que muitas pessoas ainda confundem esse trabalho com a invasão ilegal de sistemas, que na verdade faz parte de outro mundo completamente diferente. Entenda mais no próximo tópico e fique ligado para não confundir nunca mais essas duas atividades!

TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO ETHICAL HACKER (CEH)

Treinamento autorizado EC-Council

Qual a diferença entre Hacker e Cracker?

Como ser um Hacker 3 (1)

Muita gente confunde a atividade do hacker com a do cracker. Mesmo que a sonoridade das palavras seja parecida, elas possuem significados completamente diferentes, assim como a sua legalidade.

O hacker, como citamos, se trata do especialista que trabalha com invasão de sistemas para testar sua segurança, sendo contratado especificamente para essa função e sendo pago para isso. Já o cracker também invade sistemas, mas com objetivos criminosos, como o roubo ou vazamento de  dados e informações sensíveis e sigilosas.  

Essa separação de termos surgiu em 1985 e foi difundida pelos próprios hackers, que buscavam desmarginalizar sua profissão. No entanto, parece que essas definições ainda não se popularizaram e ainda há muito preconceito com a atividade dos hackers por parte de leigos em tecnologia.

Alguns preferem usar as expressões “white hat”, para os hackers, “black hat” para os crackers e acreditam numa terceira especificação, o “gray hat”. Este seria um nível intermediário, que não tem objetivos criminosos, mas usa técnicas questionáveis para a invasão dos sistemas.

Como um Hacker atua profissionalmente?

Como ser um Hacker 2 (1)

O hacker costuma ter uma área de atuação ampla e fácil de ingressar. Afinal, são milhares de empresas ativas dentro do país, que fazem uso de diferentes  sistemas que precisam ser testados e aprimorados, já que os Crackers estão utilizando técnicas de invasão cada vez mais sofisticadas.

Além disso, como citado, depois que as falhas são descobertas, elas precisam ser solucionadas. Nesse momento, o hacker também é muito importante, pois tem as informações exatas sobre as etapas em que os erros estão acontecendo. Ou seja, ele é essencial em todas as etapas de criação de um projeto tecnológico que envolva dados sensíveis e também na manutenção da segurança da informação desses. 

Por isso, o mercado caça bons hackers e quem tem experiência dentro dessa área geralmente recebe boas propostas.  Falando nisso, e os salários, será que são bons mesmo? Vamos descobrir!

Hackers profissionais ganham bem?

A média salarial de um hacker não é fácil de ser definida, já que existem diversos caminhos que podem ser seguidos nesta atividade. No entanto, a área da tecnologia como um todo, de modo geral, possui um dos maiores salários do mercado.

Falando especificamente da área de invasão e reconstrução de sistemas, quanto mais especialidades possui o profissional, maior será a remuneração recebida por ele.

Enquanto um profissional de infraestrutura sistêmica recebe de R$4.000 a R$7.000 reais por serviço, um Pen Tester pode ganhar R$6.000 a R$14.000 reais por demanda cumprida. 

Porém, esse meio também segue uma regra de meritocracia bastante clara. Quanto maior e mais remoto for o erro identificado, maior será a “comissão” recebida pelo trabalho.

Sendo assim, quem deseja seguir carreira na área deve investir fortemente em capacitação, treinamento e na experiência, para construir um portfólio atraente.  

O que é preciso para ser um Hacker?

Um hacker é, acima de tudo, um profissional com amplo conhecimento na área de tecnologia. Suas habilidades são diversas e abrangem várias técnicas, de modo a executar diversas tentativas para a verificação completa de um sistema.

Portanto, é evidente que para atingir o sucesso dentro desse meio é necessário investir forte em capacitação e estudar pesado, sempre! Além disso, precisa  estar sempre ligado nas novidades e se atualizar com as inovações do mercado. 

 

Construir um currículo atraente também é fundamental. Então, a medida que for fazendo suas formações e certificações, procure alguns trabalhos para adquirir experiência enriquecer seu portfólio.

Formar uma boa rede de networking é igualmente importante. Esse lance de conhecer pessoas, que conhecem pessoas, que conhecem outras pessoas, geralmente rende bons jobs. Sendo assim, comece a frequentar cursos, palestras e demais formatos de eventos em que possa conhecer e interagir com pessoas do meio.

Por fim, nossa dica está na vitrine: divulgue-se! Crie um perfil bem robusto no Linked In, mostre todas as suas formações, capacidades e habilidades, exponha também nas suas redes sociais pessoais sua expertise e crie material autoral falando sobre os assuntos que você domina. Vale textão de rede social, artigo de blog vídeo e até podcast! Só não pode deixar seus talentos escondidos! =D

Como iniciar uma carreira como Hacker, mesmo sendo inexperiente?

Como ser um Hacker 4 (1)

Em 2019 uma feira foi realizada em parceria com grandes nomes do mercado nacional, como o Itaú, a Loft, a TV Globo e a Axur. O objetivo do evento era único e simples: encontrar hackers para demandas específicas.

Nesse cenário, fica claro o quanto esses profissionais são necessários e podem ganhar remunerações gigantescas. E o melhor é você mesmo pode conseguir isso, mesmo começando do zero a partir de agora! 

Como mencionamos no começo deste artigo, a carreira de hacker não exige uma formação acadêmica específica. O mais importante para essa área é ter experiência, conhecimento e certificações internacionais que comprovem suas habilidades.

Nesse contexto, destacamos uma certificação que vale muito a pena você conhecer: a Certificação de Ethical Hacker (CEH), da EC-Council. Essa, é  a maior instituição certificadora do mundo, que tem entre seus apoiadores, o Committee on National Security Systems (CNSS) e a National Security Agency (NSA).

Por isso, quem se certifica pela EC-Council tem muito mais chances de conquistar os melhores como hacker profissional.  com todos os contratantes do mercado. Porém, nem tudo são flores! Não é fácil obter o certificado de CEH da EC-Council, pois o nível de profundidade da prova é amplo e exige que o certificando realmente domine muitas temáticas da segurança da informação.

A boa notícia é que existem cursos preparatórios para a CEH muito feras, que vão te deixar afiadíssimo para detonar na prova! E um dos melhores deles está há poucos cliques de você: o curso da Acadi TI, que têm índice de aprovação de 93% dos seus alunos nas certificações da EC-Council. 

Se você deseja saber mais sobre a certificação de Ethical Hacker da EC-Council e como consegui-la, clique aqui e conheça o curso preparatório para certificação CEH da EC-Council e ingresse em um dos mercados de serviços de  tecnologia mais bem pagos do Brasil.

Fale com um de nossos Consultores

Related posts